Publicidade


Notícias


Pesquise


Caso Isadora: Laudo aponta lesão abdominal e namorado é indiciado por feminicídio e tem prisão preventiva pedida Segurança

Caso Isadora: Laudo aponta lesão abdominal e namorado é indiciado por feminicídio e tem prisão preventiva pedida

por Administrador 26-05-2018 há 1 mês 67931

  • Tweet

Publicidade

A Polícia Civil da Comarca de Imbituba concluiu, na tarde desta sexta-feira (25), o Inquérito Policial que investiga a morte da modelo gaúcha Isadora Viana Costa, ocorrida no edifício residencial Imbé, na área central de Imbituba, na manhã do último dia 08 de maio. Até então, tratava-se a morte de parada cardiorrespiratória, como resultado de uma problema cardíaco da vítima.

Com o resultado do laudo pericial de causa da morte por trauma abdominal, caso passou a ser investigado como homicídio qualificado por feminicídio, e diante de evidências o delegado Raphael Rampinelli encaminhou ao Judiciário um pedido de prisão preventiva contra o namorado de Isadora, o empresário do ramo de cartórios, P.O.X.F., morador do apartamento. O nome do acusado não foi divulgado pela Polícia Civil. 

A investigação concluiu também que a morte de Isadora ocorreu entre 06h20 e 07h30 da manhã do dia 08 de maio e que nesse momento só estavam no local do fato a vítima e P.O.X.F.. 

A equipe do Delegado Rampineli obteve então, com  Instituto Médico Legal (IML), a confirmação de que o trauma sofrido não poderia ter sido causado por ingestão de qualquer tipo de substância, pequena queda ou mesmo por manobras de reanimação cardiorrespiratórias, mas sim, que a lesão, tendo em vista o cenário de um apartamento habitual, só poderia ter sido causada com a ação de outro ser humano. 

Diante das evidências colhidas e dos relatos prestados por dezenas de testemunhas, a Delegacia de Imbituba concluiu o Inquérito Policial com o indiciamento do suspeito pela prática do crime de homicídio qualificado por feminicídio e, por consubstanciar que havia os requisitos cabíveis previstos em Lei, representou pela prisão preventiva do suspeito e a Imbituba, encaminhou ao Poder judiciário local para apreciação.

Isadora tinha 22 anos, trabalhava como modelo e era natural do Rio Grande do Sul
    Palavras-chave
  • Imbituba
  • homicídio
  • feminicídio
  • modelo
  • gaúcha
  • Isadora
  • apartamento
  • namorado
  • cartório
  • indiciado
  • prisão
  • preventiva
  • laudo
  • abdômen
  • investigação
  • delegado
  • Raphael Rampineli
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil