Publicidade


Notícias


Pesquise


Em identificação inédita, Baleia Franca avistada na praia de Itapirubá, há 16 anos, reaparece na região antártica Meio Ambiente

Em identificação inédita, Baleia Franca avistada na praia de Itapirubá, há 16 anos, reaparece na região antártica

por Redação 25-03-2021 há 2 mêses 1107

  • Tweet

Publicidade

O Instituto Australis (IA), de Imbituba, divulgou que pela primeira vez uma baleia-franca identificada no Brasil foi avistada em área de alimentação, próxima do continente antártico.

A informação foi divulgada nesta semana e ocorreu após análises de fotos áreas feitas naquela região em janeiro de 2020.

A baleia-franca, identificada pelo número B139-02, nasceu em 2002 no Brasil e foi reavistada por duas vezes em 2005, na praia de Itapirubá, e 2007, quando apareceu acompanhada do seu filhote. Agora, ela reapareceu nas águas geladas das Ilhas Geórgias do Sul, que é uma das áreas de alimentação das baleias-franca no Atlântico Sul.


“A descoberta foi feita através da comparação de fotos aéreas do Catálogo Brasileiro de Fotoidentificação das Baleias-Franca, com fotos obtidas durante a expedição Braveheart, realizada em janeiro de 2020 pela equipe do South Georgia Right Whale Project, coordenado pela pesquisadora Jennifer Jacskon da British Antartic Survey (Inglaterra), um projeto multinacional, que tem a colaboração de pesquisadores de vários países”, explica a diretora de Pesquisa do IA, Karina Groch. “É a primeira vez que uma baleia franca catalogada no Brasil é avistada em uma área de alimentação da espécie já que aqui as baleias-franca não se alimentam”, conclui.

De acordo com o instituto, o catálogo brasileiro contém cerca de mil baleias-francas identificadas. Todos os registros foram comparados com as 17 baleias catalogadas nas Geórgias do Sul, através de fotografias aéreas capturadas em expedição de pesquisa. O IA também comparou os mamíferos brasileiros com baleias de catálogos da Argentina, Uruguai e África do Sul e a B139-02 foi a única coincidência encontrada.

Ainda segundo a entidade, saber onde a baleia-franca se alimenta é um fator importante para as pesquisas. Os mamíferos só vêm à costa brasileira para terem seus filhotes, se estiverem bem alimentadas. No último ano, o IA começou a desenvolver o projeto Franca Austral (ProFRANCA), com patrocínio da estatal Petrobras, que traça uma nova linha de pesquisa para entender mais sobre as áreas de alimentação dos indivíduos que vêm para a região. Através de saídas embarcadas, são coletadas amostra de pele das baleias, a partir das quais poderão ser obtidas mais informações sobre a ecologia trófica da espécie, ou seja, sobre as áreas de alimentação das baleias que vêm para o Brasil.

    Palavras-chave
  • Imbituba
  • Baleia-Franca
  • avistamento
  • Australis
  • Instituto
  • Itapirubá
  • Antártida
  • Tweet

As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 9 9115.3099
Inbox no Facebook

portalahora@gmail.com

Localização

Imbituba - SC Brasil